Súmula de árbitro pode complicar o Grêmio

Héber Roberto Lopes relatou rojão arremessado perto dos jogadores do Botafogo

http://zerohora.clicrbs.com.br/rbs/image/5211500.jpg

Fonte: zerohora.com

O paranaense Héber Roberto Lopes, árbitro da partida entre Grêmio e Botafogo no último sábado, relatou em súmula incidente que pode prejudicar o tricolor gaúcho no tribunal: o rojão arremessado próximo do tunel de acesso ao vestiário do time visitante.

O rojão foi arremessado e explodiu quando parte dos jogadores do Botafogo se dirigiam para o vestiário, no final do primeiro tempo de partida. Nenhum jogador ficou ferido. Mas o árbitro da partida acompanhou o incidente com atenção e registrou na súmula.

O texto também identifica o suposto responsável pelo ato, o que facilitará a vida do clube gaúcho em um possível julgamento no STJD. O Tribunal entende que a agremiação está cumprindo seu papel quando identifica o agressor.

– Quando a equipe do Botafogo adentrava o túnel de acesso aos vestiários, foi arremessado próximo ao túnel (mais ou menos dois metros) um artefato explosivo denominado rojão – diz o texto que Héber escreveu na súmula.

O relato é suficiente para levar o Grêmio a julgamento no Superior Tribunal de Justiça Desportiva por infringir o artigo 213 (deixar de tomar providências capazes de prevenir e reprimir desordens em sua praça de desporto) do Código Brasileiro de Justiça Desportiva. A pena é a perda do mando de campo por um a três jogos.

A seu favor, o Grêmio tem o fato de ter identificado o suposto responsável pelo ato e registrado ocorrência policial no Juizado Especial Criminal do Estádio Olímpico. A súmula inclusive cita o nome do suposto responsável, com base em informações cedidas pela Brigada Militar. Logo depois de o rojão explodir, torcedores do Grêmio retiraram um homem das arquibancadas. Ele deixou o local imobilizado e recebendo tapas, socos e pontapés.

A expulsão de Léo, do Grêmio, e de Jorge Henrique, do Botafogo, também foi registrada. O árbitro diz que o atacante deu um tapa na boca do zagueiro, que revidou com um chute na perna do adversário. Na pior das hipóteses, eles podem ser julgados por agressão (artigo 253), que prevê pena de 120 a 540 dias de suspensão.

Nesta quarta feira o Grêmio enfrenta o Santos no estádio Olímpico em Porto Alegre com alguns desfalques importantes. Além de Léo e Tcheco, suspensos por cartões, Souza, Perea e Marcel também estão fora da partida, que pode colocar o Grêmio novamente como líder.

Anúncios

~ por paulophm em 7 outubro, 2008.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: